Volume e Intensidade: 2 elementos para o sucesso do seu treino!

Volume e Intensidade: 2 elementos para o sucesso do seu treino!

Pessoas que fazem atividades físicas provavemente já se depararam com os conceitos de Volume e Intensidade do treino. Mas o que significam estes conceitos? Esta é uma pergunta que sempre passa pela cabeça dos alunos de atividades físicas diversas.

Sem ter claramente os conceitos de volume e intensidade, fica muito difícil saber se você está ou não exagerando em sua prática esportiva!

Volume e Intensidade são os dois componentes do princípio do treinamento da sobrecarga e variam muito em função do livro ou autor que você utilizar como referência.

Os princípios do treinamento esportivo

Condição inicial

É o estado inicial de cada sujeito antes de iniciar um programa de treinamento. È este princípio que é analisado em sua primeira avaliação na academia, por exemplo.

Individualidade biológica

É a capacidade de cada um de se adaptar a um determinado estímulo. Este princípio explica porque algumas pessoas têm mais aptidão a um dado esporte que outras!

Especificidade

É o treinamento é específico para o esporte ou atividade física que você está treinando. Se você quer ter, por exemplo, bom desempenho na corrida, o seu foco nos treinamentos deve ser correr!

Reversibilidade

O corpo humano sempre tende a voltar à sua condição inicial, ou seja, se você parar de treinar por longos períodos, perderá todos os ganhos que obteve com os treinamentos.

Sobrecarga

Envolve o volume, a intensidade e a relação entre estes dois elementos!

Já entendi os princípios do treinamento, mas o que afinal é volume e intensidade?

Volume

Volume é a quantidade de treinamento, ele pode ser representado pelo tempo de treino, distância percorrida, peso levantado, quantidade de repetições executadas, números de séries executadas para um determinado grupo muscular entre outros parâmetros quantitativos.

Intensidade

Intensidade é a qualidade do seu treinamento, tendo a ver com a velocidade de deslocamento ou de execução dos exercícios, o tempo de repouso entre as séries (quanto menor mais intenso o treinamento), a frequência cardíaca (FC) mantida durante a atividade, resumindo, quanto maior o esforço necessário, maior a intensidade!

Uma boa forma de se avaliar este parâmetro é a Escala de Subjetiva de Esforço.

Esta escala possui duas versões: Escala de Borg, que varia de 6 a 20 (em que cada pontuação equivale, aproximadamente a 1/10 da sua FC de momento); Escala de Borga revisada, que varia de 0 (esforço fraco) a 10 (esforço máximo). Repare que independentemente da escala utilizada, a intensidade ideal encontra-se na faixa entre 60 e 80-85% do seu valor máximo (entre 12 e 17 na escala de Borg e entre 6 e 8 na escala revisada).

Perceba, também, que existe uma relação de interdependência entre o Volume e a Intensidade do seu exercício!

Desta forma, quanto maior a intensidade, menor o volume, ou seja, se você aumentou muito sua FC não conseguirá manter a atividade por muito tempo. Da mesma forma, atividades de maior volume implicam em menor intensidade!

Deixe seu Comentário!

Você quer uma vida mais saudável?

NÓS TE AJUDAMOS!

EU QUERO!

Eu não quero...

Receba nossos artigos e dicas de saúde grátis!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER 

AGRADECEMOS POR ASSINAR!

JUNTOS POR UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL!