Boatos sobre a vacinação!

Boatos sobre a vacinação!

Boatos sobre a vacinação. Verdades absolutas não existem!

Uma das grandes preocupações do corpo editorial da Fitness Magazine Brasil é com o cientificismo! Por isso sempre publicamos trabalhos que se fundamentam no que há de mais recente em publicações científicas dentro e fora do Brasil.

Algumas vezes as evidências científicas são refutadas por novas pesquisas que tornam os dados e resultados anteriores obsoletos.

Daí a importância de sempre estarmos em busca de novas informações!

Pesquisas científicas sobre saúde

Outra possibilidade é o que está sendo chamado de fatiamento de pesquisas científicas. Esta prática faz com que os resultados de uma pesquisa sejam divulgados de forma parcimoniosa, em uma série de vários artigos.

Assim, resultados preliminares de uma equipe de pesquisa podem ser refutados por ela mesma na sequência do estudo.

Além disto, o fatiamento faz com que surjam diversos artigos de pouca relevância, antes que venha um que realmente impacte como algo novo.

Ciência X Boatos sobre a sua saúde

O mais perigoso de tudo é a divulgação de boatos que têm como base crenças sem nenhuma fundamentação científica!

Um destes boatos diz sobre o perigo das campanhas de vacinação!

Boatos sobre as campanhas de vacinação

Há acusação de que as campanhas visam a disseminação de doenças, como o autismo e a síndrome Guillan Barré ou o envenenamento dos vacinados.

Mas, raciocinem com a gente, qual o interesse dos órgãos de saúde em aumentar o número de doentes?

Aumentar a quantidade de trabalho sem um aumento da receita disponível! Isto faz algum sentido?

Outra crença envolvendo as campanhas de vacinação diz que a vacina pode ser substituída por alimentação saudável e homeopatia. No entanto, não há nada na ciência que diga que isto é possível, tanto que ocorreram surtos de doenças preveníveis por vacinação na Europa, África e EUA.

O impacto dos boatos na saúde pública

No Brasil, estas crenças começam a causar impacto, com o aumento nos casos de febre amarela, gripe e na diminuição da cobertura vacinal nas campanhas que tem como alvo crianças até 5 anos de idade. Isto é muito grave!

A não vacinação de crianças configura crime, além de um problema de saúde pública, uma vez que uma criança não vacinada pode disseminar uma doença entre várias outras crianças e adultos.

A Fitness Magazine Brasil reafirma o seu compromisso com a ciência e com a divulgação de informações relevantes para a sua saúde. Continue acompanhando nossas publicações!

Deixe seu Comentário!

GOSTOU?

Assine nossa Newsletter e fique ligado nas melhores materias sobre Fitness!

Temos mais!

Bons Treinos!

Você Ganhou!

Acesso Premium aos nossos artigos.
Saúde, Cuidados e Beleza para você do jeito certo!

Parabéns, você assinou nossa newsletter!