5 tipos de cirurgias bariátricas para emagrecer

5 tipos de cirurgias bariátricas para emagrecer

A obesidade não é um problema incomum no Brasil nem em países mais desenvolvidos. As opções para resolver este problema vão além do nutricionista ou personal podendo até chegar a opções cirúrgicas.

Você está apenas acima do peso ou com obesidade? Descubra aqui.

Antes de decidir se você precisa ou não recorrer a algum tipo de cirurgia, vamos estudar alguns tipos:

Cirurgia Bariátrica no Brasil: como funciona e seus benefícios

Quando a cirurgia bariátrica foi concebida, seu objetivo era simplesmente ajudar no processo do emagrecimento. Mas hoje sabemos que os benefícios vão além disso. Nos EUA, segundo The American Society for Metabolic and Bariatric Surgery, mais de 200.000 pessoas se submeteram à cirurgia bariátrica em 2016. No Brasil em 2016, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, o número de procedimentos chegou perto dos 100.500 casos.

Quanto mais tempo passa, mais dados existem para se observar todos os benefícios da cirurgia bariátrica. Além do emagrecimento efetivo, também foram observados benefícios em pacientes com:

Pressão arterial elevada

Diabetes tipo 2

Doenças cardíacas 

Apneia do sono

Refluxo ácido

Um ponto a destacar é que você não pode simplesmente decidir que quer fazer uma cirurgia bariátrica para emagrecer. Existem rigorosas diretrizes para se qualificar para a bariátrica. Por exemplo, se seu IMC estiver acima de 25 você está acima do peso, mas se estiver acima de 40, você está com obesidade mórbida. Geralmente, pessoas com IMC entre 35-40 se qualificam para a cirurgia bariátrica. E, como qualquer outro procedimento, existirão múltiplas variáveis que seu médico irá considerar.

Calcule rapidamente seu IMC aqui

Outro fator a ser considerado previamente, é que não se trata apenas de reduzir o tamanho do seu estômago e pronto. Será indispensável uma nova dieta para a adaptação do corpo e para o manter os resultados permanentemente.

1 Bypass Gástrico

Bypass Gástrico

O que é by-pass gástrico?

É um dos mais antigos procedimentos da cirurgia bariátrica. É também a cirurgia mais praticada no Brasil, correspondendo a 75% das cirurgias realizadas. Com o by-pass gástrico o paciente perde de 70-80% do excesso de peso inicial.

Nesta cirurgia é feito um grampeamento de parte do estômago (que reduz o espaço de alimentos que você pode ingerir) e um desvio do intestino inicial, que promove o aumento de hormônios que dão saciedade e diminuem a fome.

Dois elementos levam ao emagrecimento do paciente: menos comida (menos calorias ingeridas) e menos fome.

Para quem é indicado o by-pass gástrico?

Os médicos costumam recomendar o by-pass gástrico para pessoas obesas, obesas com refluxo ácido severo e para obesas com diabetes.

2 Gastrectomia Vertical

Gastrectomia Vertical

O que é gastrectomia vertical?

Também conhecida como Sleeve ou gastrectomia em manga de camisa. Nesse procedimento o estômago é transformado em um “tubo” com capacidade de 80-100 ml. É uma operação muito parecida ao by-pass (se usam os mesmos instrumentos) mas relativamente mais simples.

Os resultados são comparáveis ao by-pass gástrico e maiores que a banda gástrica ajustável.

Para quem é indicada a gastrectomia vertical?

Ela é geralmente indicada para quem já foi previamente operado na região abdominal, pois um by-pass poderia ser levemente mais desafiador. Pessoas que sofrem com refluxo ácido podem preferir evitar esta cirurgia e optar pelo by-pass ou outro procedimento.

3 Banda Gástrica Ajustável

Banda Gástrica

O que é banda gástrica ajustável?

É um anel de silicone inflável que é instalado ao redor do estômago na parte superior. O objetivo é criar uma pequena bolsa no inicio do estômago, o que evita que o paciente ingira grandes quantidades de alimentos.

No Brasil a banda gástrica ajustável representa menos de 1% dos procedimentos feitos para emagrecer. A redução de peso pode chegar a 50-60% do excesso do peso inicial.

Para quem é indicada a banda gástrica ajustável?

É uma opção para pessoas com IMC entre 30 e 35 e que não se qualifiquem por algum motivo aos outros tipos de procedimentos. Por outro lado também será necessário mais visitas ao médico para os ajustes do anel, principalmente no começo.

4 Duodemal Switch

Duedenal Switch

O que é duodemal switch?

É a mais intensa das opções, pois na prática se trata de dois procedimentos. Envolve uma gastrectomia vertical (estômago em formato de tubo) e o desvio intestinal do paciente.

O desvio intestinal faz com que o corpo absorva menos nutrientes levanto o paciente ao emagrecimento. A técnica corresponde a 5% dos procedimentos feitos no Brasil e leva a uma perda de 75-85% do excesso de peso inicial.

Para quem é indicada a duodemal switch?

É principalmente indicada para pessoas obesas e com diabetes, pois é essencialmente curativa para todos os pacientes.

5 Balão Intragástrico ou gástrico

Balão gástrico ou intragástrico

O que é balão intragástrico ou gástrico?

É um balão inflável que os médicos colocam no estômago por endoscopia (pela garganta). O objetivo é praticamente utilizar um espaço do estômago para que o paciente coma menos, pois se sentirá satisfeito mais rápido.

O balão é preenchido com 500 ml de um líquido azul (azul de metileno). No caso de vazar ou romper será eliminado pela urina e o paciente notará pela cor do xixi. O paciente deve ficar com o balão por um período de 6-8 meses.

Para quem é indicado o balão intragástrico ou gástrico?

É indicado especialmente para pacientes com sobrepeso que não precisam de uma cirurgia mais invasiva e para pacientes realmente obesos (obesidade mórbida com IMC acima de 50) que precisam ser preparados para outra cirurgia.

Agora você conhece os 5 tipos de cirurgias bariátricas mais comuns e já sabe que  muitas pessoas têm se beneficiado delas.

Deixe seu Comentário!