Comeu o suficiente e continua com fome? Entenda porque!

Comeu o suficiente e continua com fome? Entenda porque!

Atualizado em 22/maio, 2019

Comeu o suficiente e continua com fome? Entenda porque!

Já teve aquela sensação que mesmo tendo se alimentado, você continua com fome ou vontade de comer? Este tipo de sensação tem sido amplamente estudado! Ela envolve tanto a disponibilidade quanto a qualidade dos alimentos.

Se você está sofrendo com esta situação, encontrou o artigo certo! Vamos te dar algumas dicas para que você não esteja sempre com fome.

Uma coisa que é muito comum é a falta de conhecimento sobre os mecanismos de fome, que envolvem tanto a sensação mediada pela falta de alimento no trato digestivo quanto mecanismos neurais. No caso de anorexia nervosa, por exemplo, os mecanismos neurais estão afetados, enquanto a sensação de falta de alimento no trato digestivo pode estar preservada.

Acabe de uma vez por todas com a sensação de fome constante!

A sensação de fome constante pode envolver questões do processo de digestão e também mecanismos neurais, daí a sua complexidade!

Uma pesquisa realizada com crianças indicou que a sensação persistente de fome está mais relacionada à má qualidade no preparo dos alimentos e à sua baixa qualidade nutricional do que à oferta limitada de comida!

O primeiro passo para se livrar desta sensação é o cuidado com o preparo (saber cozinhar mesmo) e na escolha dos ingredientes!

Outro dado verificado em pesquisas é que a oferta de alimentos saudáveis, mesmo que em menor quantidade, diminui o interesse por biscoitos de chocolate quando comparada à oferta de alimentos não saudáveis. Isto quer dizer que se você está habituado a comer alimentos de baixa qualidade, você manterá esta tendência!

Também existem outros motivos que estão associados à sensação de fome constante:

Desidratação

Embora você fique com a sensação de fome, seu corpo precisa é de água!

Qualidade de sono ruim e estresse

Estimulam o apetite por causarem alterações hormonais.

Baixa ingestão de proteínas e/ou gorduras

Acontece com frequência em dietas muito restritivas ou em pessoas que se alimentam mal! A justificativa é que a sensação de saciedade está muito relacionada à presença de gordura nos alimentos.

Comer depressa

Quanto menos o alimento permanece dentro da boca, menor é a intensidade do estímulo de saciedade para o seu cérebro.

Pular refeições

Este é o motivo mais comum! A alimentação deve ocorrer numa frequência de 4 a 5 vezes ao dia, começando com um bom café da manhã. Pular qualquer uma destas refeições poderá causar um estímulo que prolonga a sensação de fome.

Uma boa alimentação com alimentos bem feitos, com qualidade e na frequência desejada são a base para que você se sinta saciado após se alimentar, sem ter de recorrer a um biscoito de chocolate logo na sequência!

Também não se esqueça de se manter hidratado, para isto basta tomar água sempre que tiver a sensação de sede ou se condicione a fazer isto com certa frequência!

Deixe seu Comentário!