Os músculos do seu corpo!

Os músculos do seu corpo!

Os músculos do seu corpo!

O objetivo de quase todo praticante de atividade física é ganhar músculo e perder gorduras!

Você sabe o que é o músculo, quantos tipos existem e a quais estímulos cada um deles responde? Sabe o que é uma atividade que requer resistência e uma que requer força? A Fitness Magazine Brasil te conta!

A fibra muscular é a célula especializada em transformar energia química em energia mecânica! Ele possui três tipos básicos:

Músculo liso

Presente nas vísceras, artérias e veias.

Músculo estriado cardíaco

Presente no coração.

Músculo estriado esquelético

Responsável pela manutenção da postura e pelos nossos movimentos.

O músculo liso não é treinável!

No sistema gastrintestinal sua contração auxilia no deslocamento do alimento digerido.

Nas artérias ele ajuda na regulagem de seu calibre, através da ação de neurotransmissores, hormônios e da variação de temperatura.

Nas veias o músculo liso, além de ajudar na manutenção do calibre, também se encontra em pequenas válvulas que impedem o refluxo do sangue. Este refluxo, quando causa o rompimento destas pequenas válvulas, dá origem as varizes.

O músculo cardíaco pode ser treinado através de atividades aeróbicas, ou seja, que mantenham o aumento da frequência cardíaca por um maior período de tempo.

O músculo estriado esquelético possui três classificações:

Fibra Tipo I

Fibra de contração lenta, rica em microestruturas relacionadas ao metabolismo aeróbico. É mais comum em musculatura postural e responde melhor a exercícios aeróbicos e de resistência. Os exercícios de resistência são aqueles em que ocorrem muitas repetições contra uma carga baixa.

Fibra Tipo IIx

Fibra de contração rápida, rica em enzimas relacionadas ao metabolismo anaeróbico. É mais comum em músculos que executam movimentos rápidos, respondendo melhor a exercícios de força muscular, ou seja, com poucas repetições contra uma carga alta.

Fibras Tipo IIa

São fibras que possuem tanto as microestruturas relacionadas ao metabolismo aeróbico quanto enzimas relacionadas ao metabolismo anaeróbico. Na verdade, são fibras do Tipo IIx que foram treinadas aerobicamente e por isso ganharam alguma capacidade de metabolismo aeróbico.

As fibras do Tipo I não se convertem em fibras do Tipo II, e nem as do Tipo II se convertem em Tipo I.

É por causa disto que atletas de maratona são muito diferentes dos atletas de salto, arremesso e curtas distâncias!

Como você pode ver, a quantidade de fibras de cada tipo é determinada geneticamente. As fibras musculares de homens e mulheres também não variam, a diferença de força é devida a maior massa muscular dos homens quando comparada a das mulheres.

Outro ponto importante é que não há replicação de fibras musculares. Por isto o aumento do volume muscular ou de seu comprimento acontece quando há o aumento de proteínas musculares, água e microestruturas intramusculares.

Por isso que se usa o termo hipertrofia para nomear o aumento do volume muscular!

Agora você já pode encarar os seus treinos com mais consciência, afinal você já entende porque alguns músculos precisam de mais repetições para hipertrofiar, além de saber que o coração precisa de um trabalho específico para ele!

Deixe seu Comentário!

Você quer uma vida mais saudável?

NÓS TE AJUDAMOS!

EU QUERO!

Eu não quero...

Receba nossos artigos e dicas de saúde grátis!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER 

AGRADECEMOS POR ASSINAR!

JUNTOS POR UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL!

UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL!

Assine nossa newsletter e receba nossos artigos gratuitamente

GARANTIA: Seus dados estão seguros! Nunca enviaremos spam nem compartilharemos seus dados.