O que beber nas festas de fim de ano?

O que beber nas festas de fim de ano?

O que beber nas festas de fim de ano?

Dezembro chegou e junto com ele todas as festas de encerramento de ano do trabalho, dos amigos, da família e coroando tudo isso, aquela semana entre o natal e o ano novo em que todos os excessos de comida e bebida ocorrem!

Mas você que está adotando aquela vida saudável, deve estar se perguntando: existe algo que eu possa beber sem estragar a minha dieta?

Nesta reportagem abordaremos as características das principais bebidas consumidas no Brasil durante as festas de fim de ano: água mineral (com e sem gás); refrigerantes (comuns e diet); sucos industrializados (integrais, néctar e refresco); cerveja e vinho.

A água mineral é considerada uma unanimidade, mas alguns cuidados devem ser observados no momento de escolher qual marca levar para a sua mesa.

Muitas marcas, principalmente de águas gasosas, apresentam grandes quantidades de sódio e muita acidez. Assim um guia básico para a escolha envolve:

  • Escolher marcas com menor quantidade dos seguintes sais: sódio, cloretos, vanádio, sulfato, bário, nitrato, zinco e lítio.
  • Escolher marcas com maiores quantidades dos seguintes sais: cálcio, potássio e magnésio.
  • Escolher marcas que possuam o pH (que é uma medida de acidez) entre 7 e 10.

A adição do limão à água com gás é uma opção saudável e que ajuda na digestão. Mas se o seu interesse for aproveitar a vitamina C presente nesta fruta, ela precisa ser cortada ou espremida no momento em que a bebida for servida.

Os refrigerantes são tidos como grandes inimigos das dietas saudáveis. E isto vale tanto para o comum quanto para o diet.

O refrigerante comum possui uma quantidade absurda de açúcar (aproximadamente 10 g a cada 100 ml, cerca de 60 calorias), o que é capaz de atrapalhar qualquer dieta! A troca pela versão diet diminui estas calorias provenientes do açúcar, no entanto algumas pesquisas recentes indicaram que o refrigerante diet também está associado ao sobrepeso.

Em comum, os refrigerantes comuns e diet têm ainda grandes quantidades de corantes e conservantes, diminuem a absorção de sais importantes como o cálcio e o zinco, provocam retenção hídrica e prejudicam o sistema digestivo.

Os sucos industrializados possuem três apresentações básicas: refresco, néctar e integral.

O refresco é uma opção muito diluída (10% da fruta) que mantém o seu sabor pela adição de açúcar, corantes e aromatizantes. O néctar possui 30% de fruta, o seu sabor também é garantido pela adição dos mesmos químicos dos refrescos. Tanto o refresco quanto o néctar não mantêm as propriedades originais da fruta, embora ainda sejam uma opção menos ruim que os refrigerantes.

O suco integral é um caso à parte! Ele é basicamente a fruta processada sem adição de água, corantes, conservantes ou aromatizantes, o que o torna muito mais saudável. Por isto o seu preço é bem mais alto que o do néctar e refrescos. O ponto negativo deste tipo de bebida é que o processamento diminui a quantidade de fibras na bebida.

O que beber nas festas de fim de ano

Que o álcool é um problema de saúde pública todos já sabem. Por outro lado, diversos benefícios têm sido relacionados ao consumo de pequenas quantidades de álcool, como o aumento do colesterol de alta densidade (HDL), tido como o bom colesterol.

Em todas estas pesquisas, as bebidas que obtiveram os melhores resultados foram a cerveja e o vinho. Este fato é creditado a estas bebidas não passarem pelo processo de destilação, que diminui sensivelmente as quantidades de fenóis e resveratrol, tidos como os componentes mais saudáveis da cerveja e do vinho, respectivamente.

A cerveja e seus fenóis apresentam um potencial anti-inflamatório e antioxidativo, o que reflete em proteção para as células musculares do coração, das veias e artérias, além de ajudar na cicatrização de lesões destas mesmas células.

Do ponto de vista nutricional, ela é rica em carboidratos que ajudam na recuperação pós exercício físico mas mesmo assim, possui menos calorias que o vinho. Além disto ela possui grandes quantidades de magnésio e vitaminas do complexo B (importantes para o processo de anabolismo muscular).

O resveratrol presente no vinho é capaz de melhorar a condição física, através da melhora da força da musculatura cardíaca, o que aumenta a eficiência da função cardiovascular.

Curiosamente este resultado é o mesmo que se obtém com a prática de uma atividade aeróbica de baixa intensidade! Mas isto não quer dizer que o vinho substitui a atividade física, uma vez que ele não promove outros efeitos relacionados a ela, como perda de massa gorda e aumento da massa magra.

Independente da opção pela cerveja ou pelo vinho, é importante destacar que o álcool inibe a ação de hormônios que promovem a reabsorção de água nos rins, por isto que eles nos dão tanta vontade de ir ao banheiro. Por isto a importância do consumo simultâneo de água!

A Fitness Magazine Brasil espera que este guia o ajude a escolher o que beber em suas comemorações de fim de ano! Afinal todos merecem um Feliz Natal e Próspero Ano Novo com muita saúde!

Deixe seu Comentário!

Você quer uma vida mais saudável?

NÓS TE AJUDAMOS!

EU QUERO!

Eu não quero...

Receba nossos artigos e dicas de saúde grátis!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER 

AGRADECEMOS POR ASSINAR!

JUNTOS POR UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL!