Estou grávida! Posso malhar?

Estou grávida! Posso malhar?

Estou grávida! Posso malhar?

A gestação é um momento muito especial na vida da mulher e como tal exige certos cuidados para que tudo corra bem neste período!

Os cuidados na gravidez envolvem a ausência de atividade física? Não necessariamente! Hoje vamos falar sobre as contraindicações e benefícios da atividade física durante a gestação.

As contraindicações de uma maneira geral, envolvem situações de gravidez de risco, em que as atividades da gestante devem se restringir ao mínimo necessário, são elas: complicações cardíacas e circulatórias descompensadas, trombose ou embolia decorrente de trombose, infecções, risco de parto prematuro, sangramento uterino, suspeita de estresse fetal e falta de acompanhamento pré-natal.

Além destas, existem algumas contraindicações que são chamadas de relativas, pois permitem a prática da atividade física desde que haja acompanhamento médico e fisioterapêutico. Entre estas, se incluem: hipertensão e diabetes gestacional, anemia, doenças da tireoide, obesidade mórbida e histórico de sedentarismo.

Não se encaixa em nenhuma destas contraindicações e seu pré-natal está em dia? Então veja os benefícios da prática de atividades físicas durante a gestação!

Benefícios da prática de atividades físicas durante a gravidez

Exercícios aeróbicos de intensidade moderada praticados 3 a 4 vezes por semana com duração de 35 a 90 minutos, além de serem seguros para o feto, apresentam os seguintes benefícios: aumentam a probabilidade de parto normal (diminuem a de cesariana); caso ocorra cesariana, a recuperação da gestante é mais rápida; diminui a ocorrência de diabetes e hipertensão gestacional.

Outras vantagens associadas aos exercícios aeróbicos incluem o controle do peso da gestante e a diminuição de incidência de bebês acima do peso.

A musculação com intensidade leve a moderada apresenta resultado positivo sobre a resistência e flexibilidade muscular. Isto diminui a incidência de lombalgia, muito comum em gestantes. Além disto, exercícios de resistência muscular para os músculos do assoalho pélvico também apresentam resultado positivo sobre a incontinência urinária decorrente da gestação.

O exercício físico ou a prática de esportes também está associada à melhora da saúde mental e emocional da mulher durante e depois da gravidez, diminuindo a possibilidade de depressão pós-parto.

E exercícios com intensidade mais alta?

Uma pesquisa recente indicou que mulheres que mantém atividade física de alta intensidade durante a gestação apresentam placenta com um peso menor no parto quando comparado a mulheres que mantém atividade física em menor intensidade. No entanto, esta diferença de peso não se comprovou maléfica para o feto.

Os cuidados envolvidos com a prática de atividade física de alta intensidade pela gestante são o controle sobre a temperatura corporal e da oxigenação do sangue. Para este controle, é importante a presença constante de uma equipe multiprofissional, envolvendo Fisioterapeuta, Médico, Educador Físico e Nutricionista.

A atividade física regular pós gestação também é benéfica para a lactação, desde que a mulher esteja se alimentando e hidratando corretamente.

São poucos os fatores impeditivos e vários os benefícios para a prática da atividade física pela gestante! Então, mantenha este hábito saudável mesmo durante esta bela fase da vida!

Deixe seu Comentário!

Você quer uma vida mais saudável?

NÓS TE AJUDAMOS!

EU QUERO!

Eu não quero...

Receba nossos artigos e dicas de saúde grátis!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER 

AGRADECEMOS POR ASSINAR!

JUNTOS POR UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL!