Estou grávida! Posso malhar?

Estou grávida! Posso malhar?

Estou grávida! Posso malhar?

A gestação é um momento muito especial na vida da mulher e como tal exige certos cuidados para que tudo corra bem neste período!

Os cuidados na gravidez envolvem a ausência de atividade física? Não necessariamente! Hoje vamos falar sobre as contraindicações e benefícios da atividade física durante a gestação.

As contraindicações de uma maneira geral, envolvem situações de gravidez de risco, em que as atividades da gestante devem se restringir ao mínimo necessário, são elas: complicações cardíacas e circulatórias descompensadas, trombose ou embolia decorrente de trombose, infecções, risco de parto prematuro, sangramento uterino, suspeita de estresse fetal e falta de acompanhamento pré-natal.

Além destas, existem algumas contraindicações que são chamadas de relativas, pois permitem a prática da atividade física desde que haja acompanhamento médico e fisioterapêutico. Entre estas, se incluem: hipertensão e diabetes gestacional, anemia, doenças da tireoide, obesidade mórbida e histórico de sedentarismo.

Não se encaixa em nenhuma destas contraindicações e seu pré-natal está em dia? Então veja os benefícios da prática de atividades físicas durante a gestação!

Benefícios da prática de atividades físicas durante a gravidez

Exercícios aeróbicos de intensidade moderada praticados 3 a 4 vezes por semana com duração de 35 a 90 minutos, além de serem seguros para o feto, apresentam os seguintes benefícios: aumentam a probabilidade de parto normal (diminuem a de cesariana); caso ocorra cesariana, a recuperação da gestante é mais rápida; diminui a ocorrência de diabetes e hipertensão gestacional.

Outras vantagens associadas aos exercícios aeróbicos incluem o controle do peso da gestante e a diminuição de incidência de bebês acima do peso.

A musculação com intensidade leve a moderada apresenta resultado positivo sobre a resistência e flexibilidade muscular. Isto diminui a incidência de lombalgia, muito comum em gestantes. Além disto, exercícios de resistência muscular para os músculos do assoalho pélvico também apresentam resultado positivo sobre a incontinência urinária decorrente da gestação.

O exercício físico ou a prática de esportes também está associada à melhora da saúde mental e emocional da mulher durante e depois da gravidez, diminuindo a possibilidade de depressão pós-parto.

E exercícios com intensidade mais alta?

Uma pesquisa recente indicou que mulheres que mantém atividade física de alta intensidade durante a gestação apresentam placenta com um peso menor no parto quando comparado a mulheres que mantém atividade física em menor intensidade. No entanto, esta diferença de peso não se comprovou maléfica para o feto.

Os cuidados envolvidos com a prática de atividade física de alta intensidade pela gestante são o controle sobre a temperatura corporal e da oxigenação do sangue. Para este controle, é importante a presença constante de uma equipe multiprofissional, envolvendo Fisioterapeuta, Médico, Educador Físico e Nutricionista.

A atividade física regular pós gestação também é benéfica para a lactação, desde que a mulher esteja se alimentando e hidratando corretamente.

São poucos os fatores impeditivos e vários os benefícios para a prática da atividade física pela gestante! Então, mantenha este hábito saudável mesmo durante esta bela fase da vida!

Deixe seu Comentário!

UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL!

Assine nossa newsletter e receba nossos artigos gratuitamente

GARANTIA: Seus dados estão seguros! Nunca enviaremos spam nem compartilharemos seus dados.

Você quer uma vida mais saudável?

NÓS TE AJUDAMOS!

EU QUERO!

Eu não quero...

Receba nossos artigos e dicas de saúde grátis!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER 

AGRADECEMOS POR ASSINAR!

JUNTOS POR UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL!