Uso medicinal da maconha

Uso medicinal da maconha

Uso medicinal da maconha

Desta vez a Fitness Magazine Brasil vai abordar um tema bastante polêmico, a maconha! Neste artigo vamos falar sobre as possibilidades do uso medicinal desta erva e outras informações importantes sobre o seu consumo.

A maconha, ou cannabis sativa, é uma planta rica em tetrahidrocanabinol (THC) e canabidiol que normalmente é consumida através do fumo de suas folhas secas ou através da ingestão.

Trata-se da droga ilícita (em alguns países) mais consumida no mundo, tendo como efeito imediato a diminuição da atividade de algumas áreas do cérebro. Seu uso é tema de grandes controversas, nas comunidades jurídica e médica em todo o mundo!

Maconha medicinal

Dentro da comunidade médica, o uso medicinal da maconha é relacionado a vários fatores

Melhor controle de dor associada a doenças crônicas

Diminuição dos sintomas colaterais de quimioterapia em pacientes com câncer

Diminuição de espasmo e espasticidade muscular em pacientes com sequelas neurológicas

Estabilização do desenvolvimento do glaucoma

Ganho de peso em pacientes HIV positivo

Melhora da qualidade do sono

Estes efeitos benéficos são dependentes da quantidade de THC e canabidiol e a parte da planta mais rica neles é a flor.

Maconha no mercado ilegal

A maconha vendida no mercado negro brasileiro é feita a partir da secagem e prensa de toda a planta, resultando em uma mistura menos potente das substâncias ativas e rica em contaminantes usados em sua cultura, como pesticidas e esterco.

Assim, o efeito positivo acaba ficando restrito aos medicamentos feitos a partir da maconha, que envolvem um auto custo e, muitas vezes, uma dificuldade legal para a sua aquisição.

Por outro lado, também existem problemas de saúde relacionados à maconha. Sobre o sistema respiratório, ela possui os mesmos efeitos relacionados ao fumo de nicotina, ou seja, pode causar bronquite, asma, enfisema e até mesmo o câncer de vias aéreas.

Além disto, ela pode causar sintomas paranoicos, desidratação e tremores. Não há evidências que ela sirva de acesso a outras drogas.

Uso legal da maconha

Países como Holanda, Uruguai e alguns estados dos Estados Unidos permitem o consumo da maconha de forma recreativa e medicinal.

Considerando os efeitos benéficos associados à maconha, o seu uso medicinal tem sido encorajado por alguns órgãos governamentais brasileiros!

Desde janeiro de 2017 alguns fármacos derivados da maconha passaram a ter a sua comercialização aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

No entanto, a discussão para a permissão de que pessoas doentes possam cultivar a planta para se tratarem, inclusive de uma forma mais econômica, ainda está longe da realidade brasileira.

Deixe seu Comentário!